skip to Main Content

10 sinais de alerta para Imunodeficiências Primárias em adultos

A apresentação clínica das Imunodeficiências Primárias pode ser muito variada. No entanto, há sinais clínicos de diferentes órgãos e sistemas que orientam a suspeita.

Ainda assim, as descobertas deste tipo de doença devem ser rapidamente reconhecidas por médicos especialistas em Imunologia.

No intuito de colaborar com o diagnóstico oportuno das Imunodeficiências Primárias, a Fundação Jeffrey Modell criou os “10 sinais de alerta de Imunodeficiência Primária”. Conheça quais são eles e entenda melhor sobre o tema a seguir!

O que são Imunodeficiências Primárias

Quando o sistema imunológico não é capaz de eliminar infecções de forma eficiente, há a incidência de Imunodeficiências Primárias. Com isso, as pessoas afetadas carecem de algumas das armas de defesa imunológica do organismo.

Além disso, indivíduos com Imunodeficiência Primária costumam ter uma infecção após outra. E, muitas vezes, essas infecções podem não melhorar conforme o esperado, mesmo com o tratamento direcionado à infecção.

Dessa forma, as Imunodeficiências Primárias podem ser dolorosas, assustadoras e frustrantes. Além disso, infecções recorrentes podem causar danos irreversíveis aos órgãos.

Sinais de alerta para Imunodeficiências Primárias em adultos

De acordo com a Fundação Jeffrey Modell, estes são os 10 sinais de alerta que podem indicar uma Imunodeficiência Primária em um adulto:

  1. Duas ou mais pneumonias no ano;
  2. Quatro ou mais otites no último ano;
  3. Estomatites de repetição ou monilíase por mais de dois meses;
  4. Abcessos de repetição ou furúnculos;
  5. Um episódio de infecção sistêmica grave (meningite, osteoartrite, septicemia);
  6. Infecções intestinais de repetição/diarreia crônica;
  7. Asma grave, doença do colágeno ou doença autoimune;
  8. Efeito adverso ao BCG e/ou infecção por micobactéria
  9. Fenótipo clínico sugestivo de síndrome associada à imunodeficiência,
  10. Histórico familiar positiva de imunodeficiência.
Se você ou alguém que você conhece é afetado por dois ou mais dos sinais de alerta listados acima, fale com um médico sobre a possível presença de Imunodeficiências Primárias. Diagnosticar corretamente a doença é a chave para um tratamento eficaz e adequado!

 

 

Dr. Javier Ricardo Carbajal Lizárraga.
CRM 92607.
Especialista em Alergia e Imunologia.

Gostou do texto? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Back To Top
Search