skip to Main Content

COVID-19: Algumas recomendações para pacientes com Imunodeficiências Primárias ou Imunossuprimidos:

À luz dos conhecimentos, devemos primeiro diferenciar entre o risco de infecção pelo novo coronavírus e o risco de desenvolver a doença (COVID-19).

Algumas Imunodeficiências Primárias colocam o individuo em maior risco de contrair o vírus e outras aumentam o risco de desenvolver a doença. 

Entenda a diferença:

A grande maioria dos pacientes com Imunodeficiência Primária são pacientes com deficiências na área de anticorpos, moléculas que identificam os agentes estranhos ao organismo, o que condiciona uma facilidade para infecção, ainda mais quando sem tratamento, mas não necessariamente um maior risco de desenvolver a doença grave. Já os pacientes com deficiências que comprometem as células do sistema imunológico, encarregadas de eliminar os agentes estranhos ao organismo, podem ter maior susceptibilidade para fazer a doença. 

O que você pode fazer:

▪Se você tem diagnóstico de Imunodeficiência Primária e está em acompanhamento e tratamento com médico Imunologista, provavelmente você não tem maior risco que a população geral frente ao 2019-nCOVI; no caso de dúvidas, procure sempre a orientação do seu médico.

▪Siga as recomendações gerais em quanto às medidas de higiene de forma estrita. 

▪Siga o tratamento indicado pelo seu médico Imunologista rigorosamente.

▪Na medida do possível pratique o isolamento voluntário: Fique em casa e evite se expor desnecessariamente.

Dr. Javier Ricardo Carbajal Lizárraga.

CREMESP 92607. RQE21798

Especialista em Alergia e Imunologia.

Gostou do texto? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
Search