skip to Main Content

Como ajudar quem tem Asma

tratamento asmaA Asma é uma doença caracterizada por crises intermitentes de falta de ar e assobios no peito. E, quando acontece desde a infância, geralmente está associada com alergia.

É sabido que existe uma pré-disposição genética à doença. Portanto, ela seria hereditária e pais alérgicos, com mais frequência, teriam filhos com asma.

Siga com a leitura deste artigo para conhecer mais sobre a doença e seus tratamentos!

Tratamento para asma

O tratamento do paciente com asma tem como objetivo controlar os sintomas com o mínimo de medicação e corrigir as alterações do sistema imunológico.

Durante o tratamento, procura-se também reintroduzir o paciente à um modo de vida normal e com o máximo de qualidade. Dessa forma, não podemos esperar que o paciente cumpra esquemas de tratamento que “atrapalhem” a vida dele ou que até acabem sendo “pior que a doença”.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o tratamento para asma que mais favorece a melhora dos pacientes baseia-se em:

  • A informação do paciente e seus familiares responsáveis. Além de um direito, essa é uma necessidade. Pacientes bem informados em relação à doença e ao tratamento evoluem melhor provavelmente porque também contribuem mais com seu tratamento.
  • Realizar o controle ambiental com o objetivo de diminuir o contato dos pacientes com o fator desencadeante das crises (ex: ácaros, pólens, alimentos etc.).
  • A medicação tem como objetivo controlar os sintomas e as complicações da doença. Existem medicamentos usados para controlar as crises e outros para diminuir a recorrência delas.
  • A Imunoterapia Específica tem como objetivo corrigir o desequilíbrio imunológico, evitar os sintomas e diminuir a necessidade de medicação.

O quê você pode fazer para ajudar alguém com asma

Como ajudar quem tem AsmaDurante a crise:

A pessoa que auxilia diretamente o paciente em crise de asma deve manter a calma, mostrar e transmitir segurança. Além isso, é importante conhecer e realizar as medidas para aliviar a crise, orientadas antes pelo seu médico.

Se estas atitudes não tiverem efeito satisfatório, procure novas orientações do seu médico ou dirija-se ao Pronto Socorro.

No período inter-crises:

O objetivo principal do tratamento no período inter-crises é devolver ao paciente uma vida normal. Tenha sempre presente que o problema é a doença, não o paciente. Portanto, não pode-se tratar diferente uma pessoa pelo fato de ter asma.

Sendo assim, evite atitudes como a super-proteção, criticas ou rejeições. São raras as vezes em que um sorvete é o causador da crise asmática, assim como o excesso de agasalhos não impedem o início dos sintomas.

As excursões, brincadeiras, passeios e esportes ao ar livre devem ser sempre estimulados. Além disso, prática da natação deve ser especialmente encorajada, pois funciona como fisioterapia reabilitadora dos brônquios.

Por fim, estimule o acompanhamento médico contínuo, e não hesite em procurar o médico quando tiver quaisquer dúvidas.

 

 

Dr. Javier Ricardo Carbajal Lizárraga.

Especialista em Alergia e Imunologia.

CREMESP 92607.

Gostou do texto? Compartilhe com seus amigos!
Back To Top
Search