skip to Main Content

Alergia na pele

urticaria 2Nos meses de verão é notório o aumento do número de pacientes que chegam ao consultório referindo “Alergia na Pele”, mas quando de pele se trata, devemos sempre lembrar que “todas as Alergias coçam, mas, nem tudo o que coça é Alergia”.

“Alergia na pele” pode ser a queixa principal do paciente com Urticária, Dermatite de Contato, Dermatite Atópica, Alergia Alimentar, Alergia à Picada de Inseto, Reação Intensa à picada de Inseto, Micoses de pele (fungo), Escabiose (Sarna) e até algumas Doenças Infecciosas Sistêmicas que cursam com erupção cutânea como Eruptivas Virais, Dengue, Febre Zika e Febre Chikungunya .

A maioria das pessoas sofrem em algum momento da vida de lesões na pele que coçam. Estas lesões são tão comuns e variadas que têm nomes diferentes, o que pode levar a confusões.

Quando uma substância normalmente inocente é a responsável por desencadear uma resposta do sistema imunológico e inflamação sobre a pele, podemos falar de uma Alergia na Pele.  Todavia, existem vários tipos de Doenças Alérgicas da Pele. O Especialista em Alergia e Imunologia, precisa ter uma sólida formação e experiência para determinar qual condição o paciente está sofrendo e desenhar um tratamento que vai ajudar a resolver o problema.

urticáriaA Urticária é uma das causas mais comuns das erupções pruriginosas (que causam coceira). Cerca de 20% da população apresenta pelo menos um episódio de Urticária na sua vida. Urticária é o termo médico para as lesões na pele que são geralmente múltiplas, avermelhadas e edemaciadas que coçam intensamente, elas costumam ter relevo e podem ter tamanhos variados, mas são, em geral, arredondadas. Em alguns casos, as manchas vermelhas podem se aglutinar e formar grandes placas. Quando pressionada com o dedo, a lesão da urticária tende a desvanecer de forma efêmera, voltando a assumir a cor vermelha assim que retiramos o dedo. Aparecem em qualquer lugar do corpo intermitentemente e seu tamanho pode variar. A maioria das Urticárias são agudas e desaparecem em algumas horas, dias ou semanas, mas algumas pessoas sofrem de Urticária Crônica com lesões que aparecem e desaparecem ao longo de meses ou anos.

Apesar de ser freqüentemente tratada como um processo alérgico, na verdade a Urticária geralmente é desencadeada por reações não alérgicas. Medicamentos, aditivos de alimentos e bebidas, infecções virais ou bacterianas, parasitas, exposição ao calor ou frio e estresse físico ou emocional são apenas alguns exemplos de gatilhos não alérgicos da Urticária. Ainda algumas Doenças Auto-imunes cursam com Urticária como mais um sintoma.

Angioedema

Enquanto urticária se relaciona com lesões na pele, Angioedema é um edema (inchaço) que afeta as camadas mais profundas da pele ou mucosas, em geral, sem nenhuma vermelhidão ou coceira e geralmente afeta as pálpebras, lábios, língua, mãos e pés. Angioedema geralmente se apresenta com urticária, mas pode ocorrer isoladamente.

Dermatite é qualquer inflamação na pele que pode evoluir com dor ou coceira. Em geral, não há mais dor do que coceira. Dois dos tipos mais comuns são a Dermatite Atôpica e a Dermatite de Contato.

Dermatite AtópicaA Dermatite Atópica ou Eczema Atópico, muitas vezes chamada simplesmente Eczema, é uma condição crônica da pele que geralmente começa na criança ou na primeira infância e é freqüentemente associada com Alergias Alimentares, Asma e Rinite Alérgica. As lesões começam geralmente como brotoejas, que viram vesículas, que evoluem para lesões grosas e descamativas que podem fissurar e logo infeccionar, virando então secretantes. É importante notar que a evolução das lesões é geralmente condicionada pelo ato de coçar. As lesões podem piorar durante as crises alérgicas, porem é importante ter claro que o processo todo é determinado por alterações próprias da fisiologia da pele, embora agravado pela reação imunológica. O tratamento portanto deve abranger o controle dos fatores causais é os agravantes.

Quando certas substâncias entram em contato com a pele, elas podem causar uma lesão nessa área da pele chamada Dermatite de Contato. Ao olho nu essas lesões são indistinguíveis do Eczema Atôpico, por isso freqüentemente são chamadas de Eczema de Contato. Existem dois tipos de Dermatite de Contato, Alérgica e Irritativa. Sendo a Irritativa muito mais freqüente que a Alérgica.Dermatite de Contato Irritativa ocorre quando uma substância naturalmente prejudicial encosta sob a pele. Quanto mais demorado o contato da substância com a pele ou mais forte é a substância, a reação será mais grave. Por exemplo, quando estas reações ocorrem nas mãos, elas podem ser provocadas pelas substâncias com as quais se tem contato no local de trabalho ou na prática de algum hobby. A Dermatite de Contato Alérgica é aquela provocada pelo próprio sistema Imunológico ao reagir contra alguma substancia que encostou sobre a pele, estando esta última com os mecanismos naturais de barreira alterados, o que permitiu a absorção da substancia e o contato dela com o sistema imunológico seguido da implementação de uma resposta que acaba agredindo o local por onde penetrou a substancia.

Dermatite de Contato

Na Dermatite de Contato Alérgica as reações podem ocorrer depois de 24 a 48 horas após o contato. Uma vez que começa uma reação, pode levar mínimo um de 14 e 28 dias para desaparecer, mesmo com tratamento, ou ainda meses quando não corrigidos os fatores predisponentes. Freqüentemente o Níquel, componente de bijuterias e cosméticos; Parabenos conservantes de perfumes e produtos para higiene pessoal; Carbamatos e Látex componentes da borracha; Corantes; Neomicina, um dos ingredientes de cremes antibióticos e cosméticos; bloqueadores solares e ou repelentes para insetos, aplicados sobre a pele podem causar Dermatite Alérgica ou Irritativa de Contato.

Picada de mosquitoA verdadeira Alergia à Picada de Inseto deve-se diferenciar da Reação Intensa à Picada de inseto. Embora ambas possam evoluir com intensa coceira e inchaço no local da coçada, a alergia à Picada de Inseto é a reação exagerada do Sistema Imunológico ao veneno de insetos como Formiga, Abelha ou Vespa. Podendo evoluir com lesões a distancia ou generalizadas como Urticária, Angioedema, Edema de laringe e ou faringe que cause afogamento (obstrução das vias aéreas) ou até Parada Cardiorrespiratória. Reação Intensa à Picada de Inseto são lesões vesiculares, edemaciadas, por vezes infeccionadas, com cicatrização difícil e demorada, no local de picadas de insetos não necessariamente venenosos como pernilongos e similares, elas estão geralmente associadas com alterações da barreira cutânea e não com mecanismos imunológicos.

Dr. Javier Ricardo Carbajal Lizárraga
CRM/SP 92607
Especialista em Alergia e Imunologia

Gostou do texto? Compartilhe com seus amigos!
Back To Top
Search